A Universidade Federal Rural da Amazônia - Ufra e a gerência do Mosaico do Lago de Tucuruí com apoio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará – IFPA, realizam nesta quarta-feira (18) o primeiro Simpósio: Panorama, Recomendações e Proposições para a Pesca Sustentável na Área de Influência da UHE-Tucuruí. O objetivo é mostrar as ações desenvolvidas e os resultados dos estudos para a pesca sustentável na região do Lago de Tucuruí.

As palestras serão feitas pela gerente do Mosaico do Lago, Mariana Bogéa, gerente de Unidades de Conservação do Mosaico do Lago, e a professora Rosália Furtado, engenheira de pesca UFRA.

A programação acontece até às 16h no auditório do IFPA Campus Tucuruí e é aberta para os estudantes bem como para lideranças e representantes de governos, associações e entidades de classe.

Participam ainda os representantes do Conselho de Gestão do Mosaico que compõem a área dos sete municípios da região acima da Usina Hidrelétrica - Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará, Novo Repartimento, Jacundá, Nova Ipixuna e Itupiranga.

Conforme apresentou Mariana Bogéa, as Unidades de Conservação objetivam manter a diversidade biológica regional. São áreas que aliam o desenvolvimento de pesquisas com uso racional dos recursos naturais.

A legislação ambiental brasileira determina que empreendimentos de grande impacto como a Hidrelétrica de Tucuruí, compensem os danos causados ao meio ambiente com a implementação de unidades de conservação e proteção integral.

Veja também!

FGTS libera hoje R$ 1 mil para quem nasceu em junho, veja!

Seminário vai debater proteção à criança e ao adolescente

Abertas inscrições para o Salão de Artes Movimenta Pebas

O Mosaico de Unidades de Conservação do Lago de Tucuruí é responsável pela manutenção do desenvolvimento da pesca comercial, que é a principal atividade econômica desenvolvida nesse espaço, sendo responsável por empregar diretamente mais de 5 mil pescadores, assim, é essencial manter os níveis sustentáveis dos estoques pesqueiros.

Cerca de 30 mil pessoas moram na área do Mosaico em aproximadamente 1 mil ilhas que estão ocupadas. Ao todo, o lago de Tucuruí é composto por 1.700 ilhas.

A população estimada dos sete municípios é de 439 mil habitantes e destes, 6 de cada 10 pessoas estão ligadas a pesca ou agropecuária. 58% dos pescadores são homens e mulheres representam 42% de toda essa força de trabalho.

A programação acontece até às 16h no auditório do IFPA Campus Tucuruí e é aberta para os estudantes bem como para lideranças
A programação acontece até às 16h no auditório do IFPA Campus Tucuruí e é aberta para os estudantes bem como para lideranças | Divulgação

Rosália Furtado, engenheira de pesca UFRA, falou sobre o potencial pesqueiro dos municípios da área de influência da Usina Hidrelétrica Tucuruí.

A atividade é um meio de sobrevivência e uma atividade tradicional da maior parte dos ribeirinhos da região, pois, além da subsistência, gera renda e faz parte da cultura do povo.

Ela cita como positiva os resultados dos estudos para a pesca sustentável do Plano de Manejo do Mosaico Lago de Tucuruí, o que dará maior perenidade no estoque pesqueiro na região.

Tucuruí recebe o Simpósio: Panorama, Recomendações e Proposições para a Pesca Sustentável na Área de Influência da UHE Foto: Divulgação

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS