Uma moradora de Campo Grande (MS), que preferiu não ser identificada, recebeu um cartão de crédito com o sobrenome trocado por "vagabunda". A cliente, de 29 anos, entrou com um processo pedindo indenização por danos morais no valor de R$ 50 mil pela situação que considerou vexatória. 

A mulher recebeu a correspondência na semana passada e disse que, a princípio, chegou a rir da situação, mas logo passou a se sentir constrangida. Ela está sem acesso à sua conta devido ao xingamento impresso no cartão no lugar de seu nome. O Terra conversou com o advogado Ederson Lourenço, que representa a vítima no processo.

Segundo o advogado, a ofensa foi uma surpresa desagradável. "Ela não tinha brigado com nenhum atendente e também não conhece nenhum funcionário da empresa. Tudo foi solicitado pelo aplicativo", diz Ederson. 

O objeto chegou dois dias após a solicitação. O nome na correspondência estava correto, mas alterado com o sobrenome "vagabunda" impresso no cartão. "Ela não deixou esse nome salvo no aplicativo como apelido, por exemplo", garante.

A vítima descreveu o caso como "humilhante".

Veja também:

Wanessa Camargo é exposta por ex após voltar com Dolabella

Luva de Pedreiro mostra casa nova e alfineta ex-empresário

Banco irá apurar

Em nota, o C6 Bank disse que acompanha o processo e que se coloca à disposição dos clientes para apurar todos os casos, mas que não pode fornecer informações.

"Em cumprimento ao disposto na Lei Complementar nº 105/2001, não podemos fornecer a terceiros informações de operações ativas e passivas de serviços bancários, sob pena de quebra de sigilo bancário. As informações somente podem ser fornecidas diretamente ao consumidor ou na forma autorizada na citada lei. Estamos à disposição dos clientes para esclarecer dúvidas, resolver qualquer problema e apurar todos os casos".

Cartão de crédito veio com sobrenome substituído por xingamento para cliente do MS Foto: Reprodução

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS