Buracos, pedras soltas, lama, poeira, demora pra percorrer um trecho curto, quebra de carros, perigo, falta de acostamento, são cenas de um cotidiano daqueles que precisam trafegar na BR-155, no Sul do Pará. 

Uma obra de tapa buraco naquela rodovia, a altura no Distrito Rio Vermelho, pertencente ao município de Xinguara, teve início em 2019, se estendeu até o final de 2020, mas no trecho em tela, o asfalto aplicado por uma empresa contratada pelo DNIT, simplesmente desintegrou.

Por conta de toda essa situação, os moradores daquele distrito deram início a um protesto nesta segunda-feira (13), que não tem data para terminar. Eles interditaram a rodovia à altura da Vila Rio Vermelho.

Uma barreira com pneus foi colocada no centro da pista. O acesso só está sendo liberado para ambulância e viaturas policiais.

Policiais rodoviários federais estão no local
Policiais rodoviários federais estão no local | Reprodução

Uma das lideranças do movimento, o ex-vereador Florêncio Coelho Torres Filho confirmou aquilo que é bastante óbvio, a condição precária da rodovia, sobretudo no trecho entre o Distrito e o município de Eldorado do Carajás.

São apenas 50 km, diz Torres como é conhecido, mas pode ser equiparado ao triplo, pois o condutor, em condições normais, demora pelo menos duas horas para percorrer esse trecho.

E, com um detalhe, além da demora, soma-se o desgaste do veículo, em especial os pneus dos carros que em muitos casos sofrem avarias e cortes. “Os carros acabam, os pneus cortam, e a estrada tá péssima”, acrescenta.

A comerciante Nilvair Gomes Branquinho é testemunha de uma história repleta de capítulos de abandono. Distante da sede de Xinguara 92 km, os moradores reclamam desse abandono.

E tem um detalhe, caso não haja nenhuma providência em relação a demanda, os moradores pretendem estender a manifestação por tempo indeterminado.

DNIT 

Por meio de nota, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou que iniciou obras de restauração nas rodovias BR-155/PA, Entre Marabá e Redenção, e ainda, para a BR-158/PA, entre Redenção e a Dívida PA/MT. 

Veja também:

Tiroteio e tentativa de homicídio em frente à Igreja

Vídeo: Mulher é executada com tiros na cabeça no Pará

Serão priorizados os serviços entre Eldorado dos Carajás, Sapucaia e Xinguara, com previsão de início já nesta semana. A Autarquia remanejou R$ 40 milhões de outras obras para que os serviços já começassem a ser executados no último final de semana.

Veja o vídeo!

 
A interdição ocorre à altura da Vila Rio Vermelho Foto: Reprodução

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS