Imagens de uma câmera de vigilância em uma determinada rua do município de Novo Repartimento no sudeste paraense podem ajudar nas investigações da Polícia Civil sobre a morte do oficial de justiça Clayton Nazaré do Socorro Martins Mesquita. Ele foi assassinado na manhã desta quarta-feira (29) enquanto estava na garupa de uma moto na Rua Araguaína, no Bairro Aparecida, quando foi abordado por dois homens que estavam em outra moto e teriam anunciado um assalto. 

As imagens são de uma câmera de segurança de uma residência, que captou o momento em que os dois homens em uma moto Bros vermelha passam pelo local, como se estivessem à procura alguém. Logo em seguida o oficial de justiça passa também com o companheiro em uma moto preta.

Veja no vídeo abaixo:

 

O Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário do Estado do Pará emitiu uma nota lamentando o crime ocorrido. Clayton estava à serviço no momento que foi assassinado. A autoridade policial responsável pelo inquérito que investiga o crime, delegado Robson Mendes explicou à reportagem que o caso está sendo investigado e leva em consideração todas as hipóteses possíveis.

Veja também!

Vídeo: atleta deixa escapar barra de peso e é atingido

Prefeitura de Marabá faz nova convocação de aprovados

Rompimento em rede de abastecimento resulta em falta d'água

O Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJPA) lamentou o assassinato do oficial de justiça Clayton Nazaré do Socorro Martins Mesquita, ocorrido nessa quarta-feira (29), no município de Novo Repartimento, no sudeste paraense. Segundo o TJPA, o servidor ingressou no Poder Judiciário do Pará em 6 de novembro de 2017, “exercendo com empenho e responsabilidade suas atividades judiciárias”, diz a nota publicada no site da instituição na noite desta quarta-feira.

“O Poder Judiciário do Estado do Pará se solidariza com os familiares e os amigos do servidor neste momento de dor e saudade”, lamenta o tribunal.

O Sinjep emitiu nota sobre a morte do oficial de justiça
O Sinjep emitiu nota sobre a morte do oficial de justiça | Divulgação

A direção do Fórum Distrital de Icoaraci também se manifestou. Disse que o oficial de justiça foi morto durante o cumprimento de seu trabalho. No comunicado, a direção reforçou que “presta os mais sinceros sentimentos e se solidariza com os familiares pela perda de seu ente querido”.

“O servidor Clayton trabalhou no Protocolo Administrativo do Fórum de Icoaraci, era um profissional dedicado, estudioso, sempre gentil e respeitoso com os colegas e realizou seu sonho de ser Oficial de Justiça. A sua morte prematura representa uma grande perda para o serviço público e deixará muitas saudades em todos com quem conviveu", finaliza a nota da direção do Fórum Distrital de Icoaraci.

Câmara flagra o momento em que os dois suspeitos passam na moto Foto: Reprodução

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS