Em tempos de pagamentos online, ou mesmo presencial, mas através de aplicativos, todo cuidade é pouco antes de qualquer negociação financeira. Prestar atenção naquilo que se está pagando ou recebendo é crucial para se evitar fraudes.

Pedro Henrique Souza Pinheiro foi preso em flagrante aplicando o golpe do pix. A  vendedora de uma  loja de roupas, no centro  comercial de Belém,  desconfiou da transação bancária feita pelo cliente, no valor de R$ 400 reais. 

Jovem é preso aplicando golpe do Pix no comércio de Belém

No entanto um erro de ortografia no comprovante da transferência, chamou atenção da mulher, que acionou a polícia. Segundo o Sargento Calandrine, "ele havia feito compras e, supostamente, o dinheiro não caia na conta do pix, aparecia como se ele tivesse efetuado o pagamento, mas o dinheiro não tinha caído na conta do estabelecimento, foi em determinado momento em uma das lojas, a senhora percebeu o delito e acionou a polícia militar", explicou  

O rapaz, de 19 anos, aplicou o mesmo golpe, em pelo menos outras 4 lojas da capital, só nesta segunda-feira. O prejuízo dos  comerciantes, pode passar dos R$ 3 mil reais

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS