Renato venceu a primeira prova do MasterChef Brasil 2022, que estreou nesta terça-feira (17), na tela da Band, com prato doce. O participante de Capitão Poço, no Pará, foi surpreendido pela Caixa Misteriosa e foi desafiado a preparar minibolo de especiarias com chantilly de baunilha e cumaru e creme inglês aromatizado, receita que é “marca registrada” de Fernando. Clique aqui e saiba como fazer! 


Minibolo de especiarias com chantilly de baunilha e cumaru e creme inglês aromatizado (Foto: Melissa Haidar/Band)

O cozinheiro amador fez Érick Jacquin comer canela – o jurado não gosta da especiaria – e ganhou muitos elogios dos chefs. “A gente começa o MasterChef 2022 com uma sobremesa maravilhosa. Não gosto de canela, mas o bolo é muito bem feito e equilibrado. Seu bolo é muito macio, fofinho e saboroso. Acho que você trabalhou muito bem”, declara o francês na avaliação.

“Você tem o costume de fazer bolo? Ele está extremamente fofinho e suave. Não está amargo, o bolo é leve. Ótimo trabalho! Parabéns, Renato”, completou Helena Rizzo. 

Vitória “enfraquece a concorrência”, diz Renato

O agente de saneamento básico de 33 anos comemora sua conquista no primeiro episódio da nona temporada. Em entrevista ao Band.com.br, Renato diz que a vitória “enfraquece a concorrência”.

“Ganhar logo no primeiro episódio, contra 15 pessoas, significa muito para mim. Pensando no jogo, deixei os ‘coleguinhas’ com medo. Imagino que eles têm uma preocupação em relação a mim e isso pode desestabilizá-los, o que dá uma enfraquecida na concorrência”, declara.

Ele descreve sua primeira experiência em provas como “mágica”. O competidor carrega na bagagem sete inscrições no talent show, todas sem sucesso, o que deixa a vitória ainda mais saborosa. 

“Chegar aqui e representar minha região é uma coisa mágica. Neste ano, quando me inscrevi, foquei em ser verdadeiro e entregar o meu melhor, e isso foi uma vantagem para eu conseguir entrar. A originalidade pode nos levar para qualquer lugar”, afirma.

“Um cozinheiro deve fazer tudo”

A confeitaria assusta os participantes do MasterChef desde a primeira temporada. Mas Renato acredita que um bom cozinheiro, “mesmo que amador”, precisa dominar os doces. 

“O cozinheiro deve fazer desde a entrada até a sobremesa. Sempre procuro fazer o menu completo em casa e, por isso, tenho a prática do doce. Mas preparar um bolo com especiarias foi uma surpresa para mim”, confessa.

Não há dúvidas de que Renato está concentrado no jogo. O paraense, no entanto, não esconde a emoção com sua estreia de sucesso no MasterChef. “Quando o chef começou a falar [sobre o prato], segurei o choro. Foi uma coisa difícil; fazer bolo em uma hora não é para qualquer um. O segredo do bolo é o equilíbrio das especiarias”, finaliza.

Renato é agente de saneamento básico e tem 33 anos (Foto: Melissa Haidar/Band) Foto: Reprodução

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS