Muitas duplas sertanejas são formadas por irmãos. Porém, ao longo da carreira, alguns desentendimentos não conseguem ser evitados e podem acabar em separação. 

O cantor Ralf diz que não via Chrystian, morto na última quarta-feira (19), havia quatro anos. Os dois irmãos formaram uma dupla por quatro décadas, mas decidiram se separar em 2021.

CONTEÚDOS RELACIONADOS:

"Fazia quatro anos, porque não coincidia. Eu fazendo show em um lugar e ele em outro. Mas é meu irmão, isso é muito importante", disse ele à TV Globo quando chegou ao velório de Chrystian, na última quinta-feira (20).

"Ele era excepcional, um segundeiro de primeira. Contribuiu muito, a gente fazia arranjos juntos, ele escolhia o repertório. É triste demais perder um parceiro assim, e meu irmão."

Quer mais notícias de entretenimento? Acesse nosso canal no WhatsApp

Chrystian morreu aos 67 anos no Hospital Samaritano, em São Paulo, onde estava internado desde o início da manhã. Ele fazia tratamento para enfrentar problemas renais e cardíacos.

O artista começou uma carreira solo em 2021, após 40 anos de dupla com o irmão, com um intervalo de dois anos depois de um rompimento. Um rumor dizia que os irmãos haviam brigado, mas Crysthian negou, à época, qualquer desentendimento com Ralph. Antes, eles haviam se separado brevemente, entre 1999 e 2001.

Com Ralf, Chrystian gravou sucessos como "Saudade", "Ausência", "Chora Peito" e "Nova York". Teve composições cantadas por artistas como Leonardo e Marília Mendonça.

Antes da dupla, na década de 1970, ele cantava sozinho e em inglês, por exigência das gravadoras, seguindo um modismo na época. Ficou famosa a sua interpretação de "Don´t Say Goodbye", trilha sonora da novela "Cavalo de Aço", com o casal Tarcísio Meira e Glória Menezes.

MAIS ACESSADAS