Acostumado a ser reverenciado pela torcida, por conta de seus gols e boas atuações na equipe xeneize, o atacante Darío Benedetto viveu uma noite para ser esquecida. Referencia no setor ofensivo, o atleta - que comemorava a marca de 100 jogos disputados - simplesmente passou de possível heroi, para grande vilão em mais um duelo que ficará marcado na história dos confrontos entre brasileiros e argentinos, na Taça Libertadores da América.

Na noite da última terça-feira (05). O experiente jogador de 32 anos errou duas penalidades que poderiam eliminar o Corinthians e colocar o Boca Juniors nas quartas de final da Libertadores. A imprensa argentina não aliviou sua atuação e classificou o centroavante como o grande "vilão" da queda do time de Buenos Aires no torneio continental.

El segundo penal de Benedetto ante Corinthians, desde adentro: así lo vivió la gente en la Bombonera 🔶🔷 pic.twitter.com/qxNDNvi2Ox

— Diario Olé (@DiarioOle) July 6, 2022

Corinthians elimina o Boca e pode pegar o Flamengo. Assista!

Principal diário esportivo da Argentina, o Olé relembrou a via crúcis de Benedetto até o apito final. Além de isolar a cobrança decisiva na disputa por pênaltis - digna de um atleta de futebol americano -, o camisa 9 mandou na trave uma primeira penalidade, no primeiro tempo, e perdeu um gol inacreditável na segunda etapa.

"Primeiro, ele desperdiçou uma grande oportunidade na frente do gol em cruzamento preciso de Zeballos e, logo depois, perdeu um pênalti. No segundo tempo, definiu por cima do gol após boa jogada de Villa. Ainda cobrou nas nuvens a quinta penalidade nas cobranças. Tinha tudo para ganhar, mas saiu chorando", escreveu o Olé, que deu nota 1 para a atuação do jogador.

🔵🟡 Battaglia bancó a Pipa Benedetto y explicó por qué pateó el quinto penal

💬 "Hoy no se le pudo dar, son esas noches donde quizá las cosas no salen, pero la decisión fue de él" pic.twitter.com/6r6SLrjFLk

— Diario Olé (@DiarioOle) July 6, 2022

Em tom mais ameno, mas não menos melancólico, o Clarín destacou o choro do Benedetto diante da comemoração corintiana em La Bombonera. A partida marcava o centésimo jogo do atacante com a camisa do Boca Juniors.

"As lágrimas falaram por ele. A angústia apertou o peito de Darío Benedetto depois que o chute de Gil escapou das luvas de Agustín Rossi e que decretou a classificação do Corinthians e a eliminação do Boca da Copa Libertadores", destacou o jornal. "O artilheiro falhou desta vez, nos 90 minutos e nos pênaltis, e a tristeza inundou o camisa 9 de dentro para fora."

Boca Juniors quedó eliminado en octavos de final de la Copa Libertadores después de haber desperdiciado todas las oportunidades que tuvo ante Corinthians, de Brasil, que se quedó con una dramática definición por penales en la Bombonera. Más: https://t.co/dUkSd1Hikf pic.twitter.com/RNwVGpbIZC

— Clarín (@clarincom) July 6, 2022

Por sua vez, o La Nación classificou a partida como "a mais desastrosa" da carreira de Benedetto, ídolo da torcida do Boca. Com um dos salários mais altos do elenco, o jogador retornou nesta temporada ao time argentino, que esperava contar com os gols do atacante para voltar a conquistar a Libertadores, o que não acontece desde 2007.

Foto: Reprodução Instagram/Conmebol

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS