Pela quinta edição seguida, o Palmeiras está nas quartas de final da Libertadores. O time alviverde, que podia perder por até dois gols de diferença, venceu o Cerro Porteño (Paraguai) por 5 a 0, nesta quarta-feira (6), para carimbar seu passaporte e seguir em busca de seu quarto título na competição, o terceiro seguido.

Rony começou no banco, mas deu um espetáculo. O Maior artilheiro do Palmeiras na competição, agora com 17 gols, fez três gols e, enfim, acertou sua tão sonhada bicicleta, que fechou o placar.

RONY BIKESON, SENHORAS E SENHORES! 🚲#AvantiPalestra#AlmaECoração#TheGreenBoyshttps://t.co/DFIaM1DU1U

— SE Palmeiras (@Palmeiras) July 7, 2022

O Palmeiras, dono da melhor campanha, vai enfrentar o Atlético-MG, repetindo o duelo de 2021, só que uma fase antes, dessa vez nas quartas. Ao contrário do ano passado, também, o time alviverde vai decidir a vaga em casa, por ser dono da melhor campanha na competição.

O time alviverde chega agora a oito jogos de invencibilidade em seu estádio, pela Libertadores. E, com nove, torna-se o time com mais vitórias seguidas na História do torneio, superando recorde do Peñarol, de 1966.O Palmeiras abriu o placar aos 36 minutos do primeiro tempo. Raphael Veiga cobrou escanteio para trás, recebeu a devolução e cruzou da ponta direita. Em disputa pelo alto contra Gustavo Gómez, Samudio tentou afastar e acabou cabeceando contra o próprio gol.

O time voltou muito melhor para o segundo tempo e ampliou o placar para transformar o jogo em uma goleada. Aos 28 minutos, Rony fez o segundo, após passe de Mayke. Um minuto depois, foi a vez de Rony dar assistência para Breno Lopes balançar a rede.

Aos 33 minutos, um gol paraguaio, mas novamente do elenco alviverde: Wesley cobrou o escanteio e Gómez, sozinho, fez o quarto. E para completar o show de Rony, o camisa 10, enfim, acertou sua tão sonhada bicicleta e fez 5 a 0.

O Palmeiras começou desatento e descompactado. E só foi melhorar aos 34 minutos do 1º tempo, quando Rony entrou em campo, devolvendo ao time sua característica de jogo habitual. Ao abrir o placar, o time ganhou confiança e poderia ter feito mais gols.

O Cerro Porteño, por sua vez, veio para fazer um jogo digno. Mesmo muito atrás no placar agregado, não se lançou ao ataque e parecia jogar por uma bola, muito embora precisasse de no mínimo duas para levar o jogo para os pênaltis. Atrás no placar, mudou um pouco sua postura, mas nada fez que resolvesse seu problema. E ainda viu o time alviverde ampliar a diferença.

Assista aos melhores momentos:

Rony tentou, tentou e conseguiu! Foto: Reprodução: CONMEBOL TV

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS