Sites falsos é só uma das formas que os golpistas utilizam para enganar os desavisados
Sites falsos é só uma das formas que os golpistas utilizam para enganar os desavisados | (crédito: Divulgação)

Atualmente estão circulando nos meios digitais diversas iscas pra aplicação de golpes relacionados ao pagamento do IPVA, com destaque para boletos falsos enviados pela internet ou via WhatsApp, SMS e sites fraudulentos – que emitem guias de pagamento geralmente com desconto, pra enganar o contribuinte.

Além dessa ação, outra que ocorre com frequência é em relação a existência de sites que simulam a aparência da página das secretarias da fazenda, com o objetivo de colher as informações dos proprietários de veículos. Conhecida como “Phishing”, essa prática é na verdade uma tentativa de fraude eletrônica, caracterizada para adquirir senhas, dados financeiros, número de cartões de crédito e outros dados pessoais.

| (crédito: Divulgação)

Ou seja, além de já sofrer com os valores do IPVA, o contribuinte tem que ter atenção extra pra não cair em golpes, pois os criminosos chegam ao cúmulo de oferecer serviços e boletos. Usando sites falsos, eles emitem guias de pagamento do IPVA com desconto e enganam os contribuintes.

Em se tratando de e-mails recebidos com links para a emissão das guias, a regra é apagar a mensagem sem clicar em nada. Em seguida, acesse a página da Secretaria da Fazenda do seu Estado e siga as orientações descritas lá.

Pra combater essa situação, muitas secretarias dos Estados estão fazendo campanhas de alerta, para que contribuintes consultem somente canais oficiais para obter informações sobre o seu IPVA. Essa informação geralmente se encontra no site do governo do Estado onde o automóvel está registrado, na página do IPVA destes órgãos e na rede bancária credenciada. Assim, a consulta deve ser realizada nos terminais de autoatendimento, pela internet ou diretamente nas agências, bastando o número do Renavam do veículo.

Lembrando que atualmente 11 Estados – mais o Distrito Federal – enviam correspondência física pelos Correios, com as guias para pagamento. Mas 15 Estados não enviam qualquer boleto para pagamento de IPVA.

No caso de recebimento em casa do boleto para pagamento do IPVA, fica o alerta de que é preciso ficar atento e checar os dados. É que golpistas podem enviar um documento similar, tendo alterado o código de barras.

Enfim, é importante ficar muito atento ao IPVA, pois, caso caia num golpe deste, o dinheiro que iria para as contas do governo vai parar na conta de algum estelionatário e a pessoa continua com a dívida do IPVA e pode ter o seu veículo apreendido pelo Detran. Todo cuidado é pouco!

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS