Um vídeo mostrando a captura de uma mulher por supostos integrantes de uma facção criminosa em Marabá pode ajudar a Polícia Civil a descobrir os autores do assassinato de uma adolescente de 16 anos encontrada sem vida já em adiantado estado de decomposição em uma área alagada no bairro Santa Rosa, Núcleo da Velha Marabá, na região sudeste do Estado. 

A vítima estava desaparecida desde o último dia 20 de março, inclusive com cartazes divulgados pelo Disque Denúncia Sudeste do Pará. O crime pode ter ligações com a guerra entre facções criminosas já investigadas pela polícia de Marabá. 

O caso ganhou contornos do famigerado “Tribunal do Crime” depois que um vídeo passou a circular nas redes sociais, mostrando a adolescente já possivelmente sem vida dentro de uma embarcação, rodeada por um grupo de criminosos que fazem gestos com os dedos indicando a facção criminosa que pertencem. 

O corpo da adolescente foi encontrado na manhã desta quinta-feira (31) em uma área alagada de difícil acesso no bairro Santa Rosa no Núcleo da Velha Marabá sendo necessário o acionamento de uma equipe do Corpo de Bombeiros para o resgate do corpo. 

Uma equipe da Polícia Científica do Pará foi deslocada para o endereço do achado, para remover o cadáver para o Instituto Médico Legal, onde deve passar por exames para identificar a vítima e a causa da morte. 

A adolescente desaparecida seria neta de homem muito conhecido no Terminal Rodoviário do Km-06 e a Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios de Marabá, assumiu as investigações para identificar e prender os suspeitos que aparecem nas filmagens divulgadas nas redes sociais em que aparece a adolescente.

A polícia tenta identificar e prender os suspeitos que aparecem no vídeo logo após a morte da jovem Foto: Reprodução

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS