Cosmo Ribeiro de Sousa, José Luis da Silva Teixeira e Wilian Santos Câmara continuam desaparecidos desde 24 de abril depois de terem saído juntos para caçar nas proximidades da reserva indígena Parakanã, localizada cerca de 30 km da sede de Novo Repartimento, sudeste paraense.

Nesta sexta-feira (29), completaram cinco dias desde o sumiço do trio e, para a tristeza dos familiares, foi mais um dia sem respostas.

Dias atrás, familiares e amigos dos caçadores chegaram a bloquear por alguns dias um trecho da Rodovia Transamazônica, a BR-230, para pressionar as autoridades a continuarem com as buscas ou entrar em contato com lideranças indígenas.

Essas mesmas lideranças estavam sendo acusadas de manter em cárcere Cosmo, José e Wilian, o que não foi confirmado e/ou esclarecido.

Eventos cancelados na cidade

Dada a ampla repercussão que o caso tomou, a prefeitura de Novo Repartimento cancelou até um show que estava previsto para ser realizado na cidade nesse final de semana. A suspensão do evento foi comunicada pelo próprio gestor do município nas redes sociais.

“Decidi suspender todos os eventos que foram marcados em comemoração ao dia do trabalhador. O show que estava previsto para amanhã [sábado] e outras séries de eventos para o domingo, dia 1º de maio”, anunciou o prefeito Valdir Lemes.

+ Vídeo: caçadores continuam desaparecidos em área indígena

Caçadores desapareceram em 24 de abril depois de saírem para caçar próximo a uma reserva indígena Foto: Divulgação

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS