A morte da juíza Monica Maria Andrade Figueiredo está repercutindo muito no Pará e também fora do Estado. A Justiça do Rio Grande do Norte lamentou o triste caso desta terça-feira (17), onde a juíza foi encontrada sem vida no carro do marido, o juiz João Augusto Figueiredo de Oliveira Júnior.

Leia também:

Juiz leva corpo da esposa morta à polícia em Belém

Juiz não mora no prédio onde teria encontrado a esposa morta

A magistrada ingressou no Poder Judiciário do RN ainda no ano de 2016, segundo uma nota de pesar que foi publicada pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. 

Leia a nota na íntegra!

"O Presidente do Tribunal de Justiça do RN, Desembargador Vivaldo Pinheiro, lamenta a morte da magistrada Mônica Maria Andrade Figueiredo de Oliveira, 47 anos, ocorrida no Estado do Pará. Natural de Barra de Santana, na Paraíba, a magistrada ingressou no Poder Judiciário do RN em 2016, era titular da Vara Única de Martins e ocupava a diretoria do fórum daquela comarca. 

Em nome de todo o Poder Judiciário do RN, o Desembargador Presidente se solidariza com parentes e amigos neste momento de perda e dor.

As circunstâncias da morte estão sendo investigadas pela polícia do Pará". 

Perícia em carro que transportou juíza morta é cancelada

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS