Nos dois últimos anos, com o trabalho intenso de inteligência entre as forças de segurança do Pará e até mesmo com estados próximos, além da identificação e prisão dos suspeitos, o cenário de assaltos a carros fortes no Pará tem mostrado mudança. O crime,que antes registrava seis ocorrências em 2019, diminuiu para cinco no ano passado e nenhum nos anos de 2020 e 2021. Mesmo asism, algumas ocorrências ainda são registradas.

Uma quadrilha tentou interceptar um carro-forte em uma tentativa de roubo no inicio da tarde desta sexta-feira (01) na BR-222 entre as cidades de Abel Figueiredo e Rondon do Pará, no sudeste paraense. Os criminosos fugiram sem levar nada.

Segundo informações de testemunhas, um grupo de criminosos que estavam em uma caminhonete branca, abordaram o carro de transporte de valor da empresa Procegur enquanto trafegava na BR-222 e trocaram tiros com os segurança do carro.

Neste momento, a caminhonete se choca na lateral do veículo e acaba parando no meio da pista pegando fogo. Os suspeitos abandonam o veículo e fugiram pela mata. Não há informações se foi os próprios bandidos que atearam fogo para apagar provas ou se a caminhonete pegou fogo na colisão.

Neste momento autoridades equipes do tático de Marabá estão numa vicinal que faz fronteira com o Estado do Maranhão em busca dos assaltantes.

Imagem divulgadas nas redes sociais é possível ver as marcas de tiros na lataria do carro-forte.

Marcas de tiros na lataria do carro-forte.
Marcas de tiros na lataria do carro-forte. | Reprodução/ WhatsApp
Marcas de tiros na lataria do carro-forte. | Reprodução/ WhatsApp

Um vídeo feitas por testemunhas que passavam pelo local, mostram a caminhonete na pista pegando fogo.

VEJA O VÍDEO:

Conteúdo Patrocinado

MAIS ACESSADAS