O que era para ser uma noite de diversão depois de uma semana cansativa de trabalho quase terminou na morte de uma engenheira civil em Paragominas, município do sudeste paraense. A jovem, de apenas 25 anos, tentou defender uma amiga e acabou sendo esfaqueada.

Na madrugada deste domingo (23), a mulher foi esfaqueada dentro da Boate Bull, localizada no centro de Paragominas.

A engenheira, identificada como Layse Mary, de 25 anos, tentou defender a amiga e cantora Lohanny Barroso que teria sido agredida pelo marido por conta de ciúmes. Após Layse entrar na discussão, o agressor, identificado como Rai Cleiton, teria saído na mesma hora do local.

Poucos minutos depois, ele retornou à boate com uma faca e atacou Layse, desferindo seis golpes em seu braço, peito e abdômen. Após o ataque, várias pessoas presentes na boate agrediram o suspeito e o levaram para fora do estabelecimento. Gravemente ferida, Layse foi levada ao Hospital Regional de Paragominas, onde passou por uma cirurgia de emergência. Seu estado de saúde é estável e, por enquanto, ela não será transferida para Belém.

Layse com a amiga horas antes do crime.
📷 Layse com a amiga horas antes do crime. |Reprodução/Instagram

Conteúdo relacionado:

A vítima trabalha em uma empresa de engenharia localizada em Belém e estava em Paragominas para um projeto. Normalmente, ela retorna a Belém nos finais de semana, mas por motivos logísticos, permaneceu em Paragominas neste fim de semana. 

Rai Cleiton está preso em Paragominas.
📷 Rai Cleiton está preso em Paragominas. |Reprodução/Instagram

Familiares da vítima viajaram até Paragominas para acompanhá-la, assim como cuidar das questões burocráticas e acompanhar o processo criminal.

O agressor foi preso por tentativa de feminicídio e aguarda audiência de custódia.

Quer mais notícias do Pará? acesse o nosso canal no WhatsApp

Em nota, a boate lamentou o ocorrido, explicando tudo o que teria acontecido e informando que o suspeito estava trabalhando na equipe da cantora Lohanny Barroso.

A boate Bull vem a público, por meio desta, informar o trágico acidente ocorrido em suas dependências na manhã deste domingo, 23/06, onde o esposo da artista que iria se apresentar no local, por motivo de ciúmes, feriu covardemente uma amiga da artista com uma arma branca. A boate Bull repudia veementemente atos de agressão e feminicídio. Quero aqui esclarecer o motivo pelo qual o agressor não foi revistado no local: ele estava trabalhando na equipe que acompanhava a artista. Estamos tomando todas as providências e medidas cabíveis para que esse caso seja resolvido

,

Um vídeo registrado por quem estava no local mostra o momento que o acusado é preso. Assista!

O DOL entrou em contato com a Polícia Civil para saber mais detalhes sobre o caso e aguarda um posicionamento. 

MAIS ACESSADAS